(CONDADO DA FARIA LIMA) – No dia em que falamos de teses globais no Coffee & Stocks, recebemos o gestor da FCL Capital, Fernando Araújo, que nos contou por que a Capri Holdings é uma participação bem significativa da carteira do fundo.

Dona de três marcas importantes do mercado de luxo (Michael Kors, Versace e Jimmy Choo), a Capri já subiu mais de 400% em 12 meses. Apesar de toda essa alta, Araújo acredita que ela pode subir mais: “a FCL gosta muito do setor de luxo. A ascensão de renda da população da China e outros emergentes está abrindo uma oportunidade muito clara para esse mercado. Fazendo um paralelo, seria quase como foi o boom das techs 10 anos atrás”, diz o gestor.

Apesar do otimismo, ele monitora dois grandes riscos para a tese: extensão da pandemia (mercado de luxo depende muito da venda presencial, então se você está pessimista com a retomada da ‘vida normal’, é melhor ter o pé atrás) e uma possível mudança de hábitos de consumo por moda (“se esse ‘novo normal’ for muito diferente do antigo normal, com o pessoal ficando mais tempo em casa, qual vai ser o tipo de luxo que será consumido?”).

O investidor brasileiro pode ter acesso à Capri Holdings através de seus BDRs (Brazilian Depositary Receipts), que são negociados com o ticker CAPH34.

Confira a entrevista completa no vídeo acima ou acessando o canal do Stock Pickers no youtube.

Sobre o “Coffee & Stocks”

Coffee & Stocks é o programa de entrevistas diário do Stock Pickers, transmitido de segunda a sexta no nosso youtube pontualmente das 8h às 8h30 da manhã. Cada dia da semana, um tema definido:
Segunda: análise técnica ou trading
Terça: visão macro do mercado
Quarta: ações globais
Quinta: uma tese de investimentos em ações
Sexta: tema livre

The post A moda é investir em moda: por que a Capri quintuplicou na bolsa (e pode subir ainda mais) appeared first on InfoMoney.