Avião da Azul com as cores da bandeira brasileira. Turbina possui as estrelas

SÃO PAULO – Ainda que registrando ganhos modestos, o Ibovespa renovou a sua máxima histórica intradiária na sessão desta terça-feira (29), a penúltima de 2020, impulsionado principalmente pelo pacote fiscal nos EUA.

Os preços do petróleo registram alta, com os investidores atentos ao noticiário americano. Após a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovar na noite da segunda-feira uma elevação nos pagamentos federais aos americanos que ganham até US$ 75 mil ao ano, de US$ 600 a US$ 2 mil por pessoa, o Senado deve tratar do tema nesta semana. Uma decisão sobre o tema entre os senadores pode acontecer já nesta terça.

Com isso, o petróleo tipo Brent (referência global) subia 1,14%, a US$ 51,46 o barril, e o WTI (referência dos EUA) tinha alta de 1,18%, a US$ 48,18 o barril. Petrobras (PETR3;PETR4) e PetroRio (PRIO3), que abriram com altas parecidas, de cerca de 1%, foram para caminhos opostos, com alta mais forte de PRIO3, enquanto os ativos da estatal diminuíram as altas.

Quem ganha destaque entre as altas é o papel da Cogna (COGN3), com ganhos que chegaram a ser de 5%, mas ainda acumulando expressiva baixa de 58% no ano, a segunda maior queda do Ibovespa em 2020.

Também entre os ganhos, estão os ativos de frigoríficos, que não acompanharam o bom humor do mercado na véspera. Marfrig (MRFG3), Minerva (BEEF3) e JBS (JBSS3) avançam entre 1% e 2% nesta data.

Ontem, a Secretaria de Exportações do Brasil (Secex)  publicou dados de exportação de proteína para a 4ª semana de dezembro. Os volumes de carne bovina exportados caíram 4% na base anual (versus alta de 8% em novembro), com os preços caindo 10% (ante -9% em novembro). Sobre frango: os volumes caíram 5% (ante + 3% antes), enquanto os preços caíram 13% (versus queda de 17%). Já sobre carne suína: os volumes aumentaram 14% na base anual (ante alta de 32% em novembro), com os preços caindo 6% (versus alta de 3% antes).

Quem também registra ganhos após uma sessão sem brilho na véspera é o setor aéreo, com Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) subindo cerca de 2% com os investidores também acompanhando o início da vacinação contra o coronavírus em diversos países do mundo, o que pode impulsionar as operações do setor.

Os ativos do IRB (IRBR3), por sua vez, chegaram a cair 3,45% na mínima do dia, mas viraram para alta. Na véspera, o papel saltou 12% com os dados mensais de outubro apresentados à Susep, mostrando recuperação das operações da companhia. No ano, porém, ainda responde pela maior queda do Ibovespa, de 77%.

CCR (CCRO3) avançava 1,3%, após divulgar na véspera que assinou um aditivo ao contrato de concessão do aeroporto de Confins (MG), por meio do qual poderá receber até R$ 352 milhões.

Por outro lado, os shoppings figuram entre as maiores baixas, caso de Multiplan (MULT3), brMalls (BRML3) e Iguatemi (IGTA3).

Confira os destaques:

Petrobras (PETR3;PETR4) e Braskem (BRKM5)

A Petrobras apresentou na última segunda-feira requerimento de arbitragem com demanda indenizatória contra a Odebrecht, estimada em aproximadamente R$ 800 milhões, por alegada violação dos termos do acordo de acionistas referente à Braskem, de acordo com comunicado ao mercado enviado pela petroleira.

A petroquímica Braskem não é parte da referida arbitragem, que é protegida por confidencialidade. A Odebrecht tem 38,3% da Braskem, com 50,1% das ações com direito a votos, enquanto a Petrobras tem uma participação total de 36,1%, com 47% das ações com direito a voto.

Santander Brasil (SANB11)

O conselho de administração do Santander Brasil aprovou o pagamento do montante bruto R$ 665 milhões, valor este que vai a R$ 565,2 milhões após a dedução do valor relativo ao imposto de renda na fonte.

O valor líquido por ação ficou em R$ 0,07221 por papel ordinário, R$ 0,07944 por preferencial e R$ 0,15165 por unit.

Terão direito aos valores aqueles com posição nos papéis em 8 de janeiro, sendo pagos a partir de 1º de fevereiro, sendo imputados aos dividendos obrigatórios de 2020.

Ser (SEER3)

A Ser anunciou o pagamento de aproximadamente R$15,5 milhões em Juros Sobre Capital Próprio, o que resultaria na distribuição de R$ 0,102123747 por ação após impostos. Este valor a ser distribuído corresponde a um dividend yield de aproximadamente 0,7%.

As ações serão negociadas ex-direito a partir do dia 05 de janeiro de 2021 e os proventos serão integralmente pagos até 20 de janeiro de 2021.

Copel (CPLE6), Eneva (ENEV3), JHSF (JHSF3) e Unidas (LCAM3)

A  B3 divulgou na manhã desta terça-feira a terceira e última prévia da carteira teórica do Ibovespa com base no pregão de 30 de novembro para o período de janeiro a abril de 2021.

Copel (CPLE6), Eneva (ENEV3), JHSF (JHSF3) e Unidas (LCAM3) – antiga Locamerica – foram incluídas e nenhuma ação foi excluída. Assim,  o Ibovespa será formado por 81 ações.

As ações TIMP3 da TIM foram substituídas por TIMS3 e as ações VIVT4 da Vivo foram substituídas por VIVT3.

A B3 divulga regularmente três prévias das novas composições dos índices:  a 1ª prévia, no primeiro pregão do último mês de vigência da carteira em vigor; a 2ª prévia, no pregão seguinte ao dia 15 do último mês de vigência da carteira em vigor e a 3ª prévia, no penúltimo pregão de vigência da carteira em vigor. A carteira passa a ser válida no primeiro pregão de 2021, em 4 de janeiro.

Vulcabras (VULC3)

A Vulcabras Azaleia comunicou nesta segunda-feira que a Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a operação pela qual suas subsidiárias assumirão as operações da marca Mizuno no Brasil.

A operação, que foi aprovada pelo Cade sem restrições, inclui a aquisição de certos ativos da Alpargatas (ALPA4). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta data.

A Vulcabras anunciou em setembro acordo com a Alpargatas para a compra das operações da marca Mizuno no Brasil, por R$ 32,5 milhões.

Energias do Brasil (ENBR3)

A EDP Brasil assinou acordo de investimentos na empresa de geração solar distribuída Blue Sol, com o objetivo de adquirir participação minoritária de até 40% do capital social da companhia.

O acordo prevê que a EDP Brasil terá a opção, três anos e meio após a conclusão do negócio, de adquirir o controle da Blue Sol, que possui operações focadas no segmento B2C (empresa para consumidor) e 34 franquias distribuídas por 16 Estados do país, disse a companhia.

A operação tem entre as principais metas o “acesso a uma rede de franquias em expansão”, visando capilaridade nas vendas B2C, além da criação de uma opção de crescimento acelerado e de uma plataforma que pode servir clientes em diferentes regiões do país.

Neste ano, a Blue Sol vendeu mais de 17,5 megawatts-pico (MWp) de potência e registrou faturamento de R$ 65 milhões, acrescentou a EDP, destacando que a empresa acumulou 50 MWp instalados entre 2015 e 2020.

A conclusão da operação, prevista para o primeiro trimestre de 2021, está sujeita a condições precedentes comuns e a medidas de natureza societária e contratual. “Com a presente transação, a EDP reforça seu compromisso de investimento no segmento de energia solar distribuída como uma das vertentes de crescimento da companhia”, afirmou a elétrica.

Lojas Americanas (LAME4) e B2W (BTOW3)

A Ame, fintech da Lojas Americanas e da B2W, fechou acordo para comprar por R$ 34 milhões a Parati, sociedade de crédito, financiamento e investimento, regulada pelo Banco Central.

A aquisição está em linha com o plano de negócios para a Ame, “possibilitando a aceleração do seu desenvolvimento e maximizando suas frentes de negócios”, segundo fato relevante divulgado pelas duas companhias de capital aberto.

A Parati possui acesso direto ao Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e ao Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e atua como Bank as a Service (BaaS) e Regtech, integrando fintechs ao sistema bancário e distribuindo, por meio de parceiros, soluções de crédito, nas quais é emissora de Cédula de Crédito Bancária, disse a B2W.

Com a aquisição, a Ame passa a ofertar mais soluções a seus mais de 15 milhões de clientes pessoas físicas e 2,8 milhões de estabelecimentos comerciais conectados (merchants), incluindo conta digital, cartão de crédito, cartão pré-pago, empréstimos, integração com PIX, entre outras. A implementação da operação depende do cumprimento de determinadas condições, incluindo aprovação pelo BC.

CCR (CCRO3)

A CCR assinou um aditivo ao contrato de concessão do aeroporto de Confins (MG), por meio do qual poderá receber até R$ 352 milhões, informou a empresa em comunicado ao mercado.

O aditivo, acertado com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com interveniência da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), prevê que a BH Airport, da CCR, receberá de imediato R$ 33,25 milhões referentes a obras executadas.

Além disso, um saldo adicional de R$ 46,32 milhões será pago à concessionária no primeiro semestre de 2021.

Por fim, o aditivo prevê um mecanismo para reembolso de obras futuras a serem feitas pela BH Airport, cujo saldo disponível é de cerca de R$ 272,3 milhões.

Saneamento

Na segunda-feira, o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), publicou um decreto no Diário Oficial do Estado em que autorizou a abertura de licitação para a concessão de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

A medida abre caminho para a licitação de concessões de serviços de saneamento que hoje são prestados diretamente pela Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos). A publicação do edital do processo de licitação está prevista para esta terça. Ao todo, 47 prefeituras aderiram ao modelo de concessões desenvolvido pelo BNDES (Banco de Desenvolvimento Econômico e Social).

Oi (OIBR3;OIBR4)

Visando fortalecer sua operação no Brasil, a Sky estuda adquirir os ativos de televisão da Oi, que têm preço mínimo de R$ 20 milhões, e incluem obrigações como um contrato de satélite para a oferta do serviço de quase R$ 2 bilhões. Outra empresa que demonstrou interesse é a Claro.

O Bradesco BBi afirmou que a notícia é positiva para a Oi, à medida que a venda de seus ativos de televisão pode contribuir para que a empresa continue seu processo de desinvestimento Consequentemente, haveria redução de risco.

O banco também destaca a evolução do plano de recuperação judicial da Oi. Por isso, reforça a escolha da empresa como “top pick” no setor de telecomunicações na América Latina. O banco mantém avaliação de “outperform” (expectativa de valorização acima da média do mercado), e preço-alvo de R$ 3,40, frente os R$ 2,22 de fechamento na segunda.

(Com Reuters, Bloomberg e Agência Estado)

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!

The post Ações de Cogna e frigoríficos sobem; IRB vira para alta e papéis de shoppings registram queda appeared first on InfoMoney.