SÃO PAULO –  A  B3 divulgou na manhã desta quarta-feira (16) a segunda prévia da carteira teórica do Ibovespa com base no pregão de 15 de dezembro para o período de janeiro a abril de 2021.

Copel (CPLE6), Eneva (ENEV3), JHSF (JHSF3) e Unidas (LCAM3), que entraram na primeira prévia divulgada em 1 de dezembro, seguiram na carteira; nenhuma ação foi excluída. Assim, se a nova composição for confirmada, o Ibovespa será formado por 81 ações.

As ações TIMP3 da TIM foram substituídas por TIMS3 e as ações VIVT4 da Vivo foram substituídas por VIVT3.

Dentro os papéis com maior peso no índice segundo a nova carteira, estão os da Vale (VALE3), com 11,224% de participação, Itaú PN (ITUB4), com fatia de 6,896% do índice, seguido por Petrobras PN (PETR4), com 5,916%, B3 (B3SA3), com 5,524% de participação, ações PN do Bradesco (BBDC4), com uma fatia de 5,241% e os papéis ON de Petrobras (PETR3), com participação de 4,363%.

A B3 divulga regularmente três prévias das novas composições dos índices: a 3ª prévia será divulgada no penúltimo pregão de vigência da carteira em vigor. A nova composição do índice passa a ser válida no primeiro pregão de 2021, em 4 de janeiro.

Quer receber aluguel sem ter imóvel? Thomaz Merluzzi, estrategista de Fundos Imobiliários da XP, oferece treinamento gratuito para quem busca uma fonte de renda passiva – inscreva-se já!

The post Ações de Copel, Eneva, JHSF, Unidas são mantidas na 2ª prévia da nova carteira do Ibovespa appeared first on InfoMoney.