SÃO PAULO – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou ter aprovado um pedido de importação excepcional de 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca. O pedido de importação foi feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que é responsável por produzir essa vacina no Brasil.

A vacina ainda não foi aprovada para uso emergencial nem teve registro sanitário. Por isso, sua importação é emergencial e, por enquanto, o imunizante não pode ser aplicado.

Segundo a Anavisa, a importação excepcional tem o objetivo de antecipar o início da vacinação assim que o produto for aprovado.

Leia mais:
Após Reino Unido, Argentina aprova uso emergencial da vacina Oxford/AstraZeneca

As doses importadas foram fabricadas pelo Serum Institute of India, que é uma das empresas participantes do Covax Facility, programa co-liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para coordenar os esforços de alocação de recursos no combate à pandemia do novo coronavírus.

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!

The post Anvisa aprova importação de 2 milhões de doses de vacina de Oxford appeared first on InfoMoney.