SÃO PAULO – O Bitcoin voltou a disparar nesta sexta-feira (29), batendo sua máxima em duas semanas após o CEO da Tesla, Elon Musk, colocar a criptomoeda em sua biografia no Twitter.

O executivo não fez nenhum comentário ou avaliação sobre o ativo digital, apenas escreveu #bitcoin em sua bio na rede social.

O fato, porém, foi suficiente para impulsionar o preço do Bitcoin, que às 12h (horário de Brasília) tinha valorização de 17%, cotado a US$ 37.423, após chegar a superar os US$ 38 mil mais cedo. No Brasil, a alta também era de 17%, para R$ 203.990.

O bilionário, seguido por 43,8 milhões de usuários no Twitter, tem um histórico de fazer comentários que mexem com o mercado. Por diversas vezes ele afetou as cotações da sua empresa, a Tesla, ao falar sobre assunto que não necessariamente traziam informações sobre o negócio principal dela.

Nos últimos dias, ele também entrou na onda das ações da GameStop, que tem ocupado os holofotes do mercado financeiro. Na terça, parte da disparada dos papéis da companhia foi creditada à Musk, que escreveu “Gamestonk!!” no Twitter, junto com um link para o grupo de discussão de negociação de ações Reddit Wallstreetbets.

“Stonks” é um termo irônico para ações bastante usado nas redes sociais.

Segundo Safiri Felix, diretor de produtos e parcerias da Transfero Swiss, o fato de Musk dar um sinal de apoio do Bitcoin acaba ajudando o mercado por conta da visibilidade que o executivo tem. Com milhões de seguidores e com um nome bastante conhecido, esse movimento tem potencial para atrair não só novos investidores pessoa física, mas também institucionais, o que sustenta a alta dos preços.

Além da postagem de Musk, Safiri cita também que esta sexta também marca o vencimento de contratos futuros em Bitcoin, o que, segundo ele, está pressionando também os vendidos, ajudando na valorização.

Chama atenção também a carta publicada pelo gestor de hedge funds Ray Dalio falando sobre o Bitcoin. O fundador da Bridgewater Associates escreveu na quinta-feira que a criptomoeda era “uma invenção e tanto”, acrescentando que a via como um “ativo alternativo semelhante ao ouro”.

“Inventar um novo tipo de dinheiro por meio de um sistema programado em um computador que funcionou por cerca de 10 anos e está rapidamente ganhando popularidade como um tipo de dinheiro e uma reserva de valor é uma realização incrível”, disse ele.

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!

The post Bitcoin dispara mais de 15% após Elon Musk marcar criptomoeda no Twitter appeared first on InfoMoney.