Nesta terça-feira (02) começa a Expert ESG, evento com quatro dias para discutir, em um patamar nunca visto no país, sobre os direcionamentos da sustentabilidade por meio dos pilares ambientais, sociais e de governança.

Na semana passada, escrevi um texto na Expert sobre o ABC do ESG, trazendo perguntas para que você, leitor(a), pudesse refletir um pouco mais sobre a importância deste tema. Afinal, o que é ESG e por que você precisa saber mais sobre isso?

A Expert ESG trará nomes globais como Halla Tomasdottir, ex-candidata à Presidência da Islândia, e o israelense Yuval Harari, um dos maiores escritores da atualidade.

Um outro nome emblemático marcará presença no evento: John Elkington. Talvez desconhecido do grande público, mas badaladíssimo na esfera acadêmica e empresarial, o renomado escritor britânico é considerado o “pai da sustentabilidade”. Elkington escreveu, entre outros livros, o visionário “Canibais com Garfo e Faca”.

“Canibais com Garfo e Faca” foi publicado em 1999 e, mais de 20 anos depois, ainda é livro obrigatório para quem quer entender o papel das empresas para a sustentabilidade do planeta.

Elkington foi brilhante ao inserir o conceito de “triple bottom line”, demonstrando como todas as empresas podem e devem ajudar a sociedade a atingir três objetivos que precisam estar interligados: prosperidade econômica, proteção ambiental e igualdade social.

Combo: Cursos de Educação Financeira – Siga nossa trilha de cursos e aprenda a reorganizar suas finanças para transformar sua relação com dinheiro

O livro traz uma visão global e prevê sete revoluções que definirão o ambiente de negócios das primeiras décadas do século 21. Ele indica que essas questões já deveriam estar no topo da agenda corporativa.

O argumento principal de Elkington é que é possível e necessário fazer com que todas as empresas ajam com responsabilidade e, ao tomar decisões, sempre considerem o impacto final do que estão fazendo.

Para trazer todas essas questões, o autor se fundamenta nas origens do capitalismo. Ele amplia o discurso e insiste sobre um debate holístico de quais são os reais limites e fraquezas da economia de mercado.

Como as necessidades individuais são sustentáveis em um contexto político, econômico, social e ambiental? Essa é a maior pergunta de Elkington.

Ele mostra como cada vez mais as empresas estarão em uma posição central na sociedade e, portanto, deverão se tornar mais responsáveis pelo impacto que causam.

Em resumo, Elkington preconizou lá atrás que o capitalismo terá que se reestruturar para um modelo completamente sustentável.

E de lá para cá, o autor não parou. Em seu vigésimo e mais recente livro, “O Cisne Verde”, Elkington fala sobre o capitalismo regenerativo e provoca o leitor sobre como podemos construir resiliência em nossas empresas, nossas cadeias de abastecimento, nossas economias, nossas sociedades, nossas comunidades e na biosfera.

Na visão dele, a única maneira de fazer isso é por meio da regeneração e estamos saindo de um mundo em que falamos sobre responsabilidade e passando por uma época em que a resiliência estará na boca de todos.

Com tanta bagagem e relevância, é realmente imperdível assistir a plenária desse que é um dos maiores expoentes globais da sustentabilidade.

Além da sessão de Elkington, que acontece no dia 2 às 18h, a Expert ESG contará com diversas outras plenárias, inclusive uma que abordará especificamente o papel das empresas para o alcance da agenda de sustentabilidade, no dia 03/03 às 15h15.

Te vejo na Expert ESG!

The post Canibais com garfo e faca no Brasil appeared first on InfoMoney.