SÃO PAULO – Após manifestantes pró-Donald Trump invadirem o Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos, aumentou a preocupação de integrantes da Casa Branca, republicanos, democratas e empresários sobre a condução do país pelo atual presidente até o dia 20 de janeiro, quando Joe Biden irá assumir o cargo.

Diante disso, jornais americanos destacam que diversos grupos estão se unindo para pedir que o vice-presidente Mike Pence convoque a 25ª Emenda da Constituição dos EUA para remover Trump do cargo de forma imediata.

A 25ª Emenda afirma que o vice-presidente pode se tornar presidente interino se ele e a maioria do Gabinete declarar que o presidente não pode mais exercer o cargo. No entanto, se o presidente contesta essa declaração, são necessários dois terços em votos da Câmara e do Senado para garantir sua remoção da presidência.

No fim da tarde, o presidente e CEO da Associação Nacional de Manufatureiros, Jay Timmons, um grupo que representa 14.000 empresas nos EUA, pediu que Pence “considerasse seriamente” invocar a 25ª Emenda.

Em uma carta, o executivo afirmou que Trump “incitou a violência na tentativa de manter o poder e qualquer líder eleito que o defenda está violando seu juramento à Constituição e rejeitando a democracia em favor da anarquia […] O vice-presidente Pence, que foi retirado do Capitólio, deveria considerar seriamente trabalhar com o Gabinete para recorrer à 25ª Emenda para preservar a democracia”.

Enquanto isso, membros do Comitê Judiciário da Câmara também pedem que o vice-presidente convoque a emenda para remoção de Trump do cargo. “Mesmo em seu anúncio em vídeo esta tarde, o presidente Trump revelou que não está mentalmente são e ainda é incapaz de processar e aceitar os resultados das eleições de 2020″, disseram em um comunicado.

“A disposição do presidente Trump de incitar a violência e a agitação social para derrubar os resultados das eleições pela força atendem claramente a esse padrão. Assim como seus tuítes recentes, que o Twitter excluiu, dizendo que a eleição foi ‘roubada’ e que os distúrbios de hoje ‘são as coisas e eventos que acontecem’”, conclui o texto.

De acordo com a CNN, um número crescente de líderes republicanos e funcionários do gabinete do presidente acreditam que Trump deveria ser destituído do cargo antes de 20 de janeiro. Quatro deles pediram que a 25ª Emenda seja invocada, e dois outros disseram que o presidente deveria sofrer impeachment.

Uma fonte do partido republicano afirmou ao canal americano que alguns membros do gabinete estão tendo discussões preliminares sobre medidas para tirar Trump do poder imediatamente.

As discussões estão em andamento, mas não está claro se haverá membros o suficiente para resultar na remoção do presidente, diz a CNN.

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!

The post Democratas, republicanos e empresários pedem que Pence convoque 25ª emenda para remover Trump do cargo appeared first on InfoMoney.