O vice-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Richard Clarida, afirmou nesta quarta-feira, 14, que a instituição não elevará juros simplesmente porque o desemprego está em queda. De acordo com o dirigente, a autoridade começará o ciclo de aperto monetário apenas quando tiver alcançado a meta de inflação média de 2%.

Em um discurso sobre a nova estrutura de política monetária do Fed, Clarida reforçou que o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) perseguirá uma inflação moderadamente acima de 2% “por algum tempo”.

Ele ressaltou que as expectativas inflacionárias de longo prazo precisam estar “bem ancoradas” em 2%.

Também destacou que, na nova concepção do Fed, máximo emprego é o “nível de emprego mais alto sem gerar pressões nos preços”.

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.

The post Fed diz não elevar juros apenas com desemprego em queda, mas com base na inflação appeared first on InfoMoney.