(Bloomberg) — A vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais dos Estados Unidos marca um possível novo capítulo para um dos maiores investidores estrangeiros em Cuba.

O diretor-presidente da Sherritt International considera o resultado uma boa notícia para sua empresa, considerando as crescentes sanções sob o presidente Donald Trump. A Sherritt produz níquel e cobalto em Cuba para o mercado global e tem um crescente negócio de energia na ilha caribenha.

“Estávamos preparados para qualquer resultado”, disse o CEO David Pathe em entrevista nesta semana. “Certamente, o resultado de Biden é mais positivo para nós ao longo dos próximos anos do que uma reeleição do governo Trump.”

Embora a Sherritt não tome decisões com base em suposições sobre a direção da política dos EUA, o resultado das eleições deixa o executivo esperançoso.

Melhores da Bolsa 2020
Cadastre-se gratuitamente para participar do encontro entre os CEOs das melhores empresas listadas na Bolsa e gestores de grandes fundos, entre os dias 24 e 26 de novembro:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Conhecida como representante de Cuba desde que o predecessor de Pathe apostou na parceria com o governo comunista de Havana na década de 1990, a Sherritt esteve à beira do colapso durante o mandato de Trump. O valor de mercado da empresa caiu para uma mínima histórica de 29,8 milhões de dólares canadenses (US$ 22,8 milhões) em março em relação ao pico de 2008, de 4,8 bilhões de dólares canadenses, o que transformou a ação da mineradora na chamada “penny stock”, cotada em centavos.

Pathe disse que agora olha o futuro com otimismo.

A Sherritt fechou uma reestruturação da dívida em agosto vinculado à saída de um caro projeto em Madagascar. Ao eliminar 300 milhões de dólares canadenses em dívidas e adiar pagamentos de empréstimos com vencimento no próximo ano para 2026, a empresa de Toronto está pronta “para virar a página e deixar para trás o que foram anos de reestruturação da dívida e gestão do balanço patrimonial”, disse.

O preço da ação quase quadruplicou desde a mínima de março, acompanhando a valorização dos preços dos metais usados em baterias de veículos elétricos em meio ao aumento da demanda global. Pathe disse que pretende continuar vendendo metais para clientes antigos na Ásia e na Europa, e não fechou nenhum acordo com montadoras, apesar das apostas cada vez mais ousadas na eletrificação por empresas e governos no mundo todo.

‘Ponto de inflexão’

Embora o pedido de Elon Musk para que mineradoras produzam mais níquel tenha elevado os preços, a Tesla não poderia comprar da Sherritt sem violar o embargo dos EUA a Cuba.

“Esperamos ver um ponto de inflexão nos preços do níquel”, disse Pathe, acrescentando que a atenção despertada por Musk “é boa para a indústria como um todo, incluindo nós”.

Uma reversão das políticas de Trump em Cuba, como Biden prometeu durante a campanha, seria mais um fator positivo para a Sherritt.

A Sherritt vende eletricidade que produz em Cuba para concessionárias estatais que não têm conseguido pagar. Um acordo de pagamentos mensais fechado no início do ano foi prejudicado pela pandemia. As contas a receber pendentes totalizaram US$ 159 milhões no terceiro trimestre.

A Sherritt também interrompeu a exploração de petróleo na costa norte de Cuba devido ao fluxo de caixa. “A perspectiva ainda é boa” e a empresa poderia retomar a perfuração se encontrar um parceiro disposto a investir, disse Pathe. Por enquanto, o foco está nos metais.

“Nosso negócio de níquel certamente tem oportunidades de expansão”, afirmou.

O lado desconhecido das opções: treinamento gratuito do InfoMoney ensina a transformar ativo em fonte recorrente de ganhos – assista!

The post Governo Biden poderia impulsionar mineradora em Cuba, diz CEO appeared first on InfoMoney.