ações índices gráfico bolsa mercados stocks alta

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou perto da estabilidade nesta quarta-feira (7), apresentando um desempenho muito mais fraco que o dos índices de Wall Street. Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq tiveram altas de 1,91%, 1,74% e 1,88% respectivamente.

Por aqui, o risco fiscal voltou a gerar preocupações apesar do ministro da Economia, Paulo Guedes, ter desmentido a notícia de que o governo poderia estender o Auxílio Emergencial até junho de 2021.

Guedes negou a informação veiculada pelo site da revista Veja e disse que o auxílio acaba em dezembro. A equipe de análise da XP Política destaca que há limites práticos para se custear o benefício com crédito extraordinário.

De acordo com a revista, se o Brasil não voltasse a crescer no primeiro trimestre do ano que vem, a gestão Bolsonaro poderia estender o Auxílio Emergencial até junho. Caso o prazo fosse tão esticado assim, o governo totalizaria R$ 100,5 bilhões em gastos com o programa.

Quem também limitou o otimismo por aqui foi a queda do petróleo no mercado internacional, que prejudicou as ações da Petrobras (PETR3; PETR4).

O Ibovespa teve leve variação negativa de 0,09%, aos 95.526 pontos com volume financeiro negociado de R$ 23,105 bilhões.

Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,5% a R$ 5,622 na compra e a R$ 5,623 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em novembro registrava alta de 0,68%, a R$ 5,636.

Lá fora, fez preço o alívio depois do anúncio do presidente americano, Donald Trump, de medidas de resgate a companhias aéreas e suporte à economia totalizando US$ 25 bilhões.

Na véspera, a decisão de Trump de frear as negociações entre democratas e republicanos para um pacote trilionário de estímulos contra os impactos econômicos do coronavírus acabou levando as bolsas do mundo inteiro a virarem para baixa, incluindo a brasileira.

O presidente americano afirmou que os estímulos só serão aprovados caso ele seja reeleito em novembro. Posteriormente, contudo, Trump pediu ao Congresso que estendesse algumas medidas de apoio à atividade.

Quem ainda não se recuperou da paralisação nas conversas para o pacote trilionário foi o petróleo. Os investidores compraram contratos futuros da commodity contando com o aumento da demanda provocada pela expansão fiscal do governo americano, de modo que hoje foi um dia de ajuste no mercado do combustível.

O barril do Brent – usado como referência pela Petrobras – caiu 1,38% a US$ 42,06, ao passo que o barril do WTI recuou 1,67% a US$ 39,99.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 caiu oito pontos-base a 3,28%, o DI para janeiro de 2023 recuou seis pontos-base a 4,76%, o DI para janeiro de 2025 fechou estável a 6,68% e o DI para janeiro de 2027 registra variação positiva de quatro pontos-base a 7,60%.

Os DIs refletiram as falas do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Ele voltou a defender o teto de gastos em meio à indefinição sobre como será financiado o programa Renda Cidadã.

“O teto foi a âncora que permitiu ao Brasil gastar mais durante a pandemia, porque depois os agentes entendiam que despesas iam retornar ao teto”, avaliou Campos Neto. Para o presidente da autoridade monetária, quando começa a surgir dúvida sobre o retorno ao limite de gastos, há risco para precificar a trajetória da dívida pública.

O mercado também acompanhou hoje as notícias de que o governo quer incorporar medidas do chamado “orçamento de guerra” no texto da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Pacto Federativo. O objetivo, segundo o Estadão, é regulamentar regras fiscais em caso de calamidade, o que aumentaria o espaço para gastos em 2021, no caso de uma nova onda de Covid-19, por exemplo.

Chama atenção a informação de que o presidente Jair Bolsonaro pretende definir as medidas impopulares de financiamento do Renda Cidadã para depois das eleições municipais.

Ao mesmo tempo, o senador Marcio Bittar (MDB-AC) sinalizou que a proposta para o Renda Cidadã deve ficar pronta na próxima semana. Diante deste cenário, as lideranças políticas pedem que o governo defina uma agenda mínima de propostas para a economia para votação até o final do ano.

Ata do Fomc

Diretores do Federal Reserve (como é chamado o Banco Central dos Estados Unidos) temem que a falta de um estímulo fiscal adicional possa prejudicar a recuperação da economia americana, segundo mostrou a ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês).

Em sua última reunião, em 15 e 16 de setembro, os integrantes do BC americano discutiram bastante sobre as perspectivas econômicas em meio a pandemia do coronavírus, já que os membros do Fomc disseram que a economia estava indo melhor do que o esperado em boa parte por causa da ajuda fiscal fornecida pelo governo.

Esse apoio está em risco, pois as negociações entre a Casa Branca e os democratas no Congresso foram interrompidas e podem não ser retomadas antes das eleições de novembro, conforme decisão do presidente Donald Trump nesta semana.

BNDES

O BNDES liberou o acesso de grandes empresas à linha emergencial de crédito garantida pelo Tesouro, que até ontem era permitido apenas a companhias com faturamento anual até R$ 300 milhões, segundo a Folha de S.Paulo. A meta é liberar até R$ 20 bilhões como garantia, o que permitiria a concessão de até R$ 100 bilhões em empréstimos.

As empresas de grande porte terão direito a acessar 10% dos recursos aportados pela Tesouro no programa, ou R$ 2 bilhões. O banco espera possibilitar a concessão de até R$ 10 bilhões em financiamento, já que cada R$ 1 posto pelo governo pode alavancar outros R$ 5.

Outro destaque é a informação de que o Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou o trancamento de investigações contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, conduzidas pela força-tarefa da Operação Greenfield, do MPF (Ministério Público Federal) em Brasília.

Segundo a Folha, duas apurações foram abertas contra Guedes por suspeita de envolvimento em fraudes nos aportes feitos por fundos de pensão ligados a estatais em dois fundos de investimentos criados pela BR Educacional Gestora de Ativos, empresa ligada ao ministro.

Além disso, o mercado acompanha a revelação de que o currículo acadêmico apresentado pelo desembargador Kassio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF), traz um curso de pós-graduação que não é confirmado pela Universidad de La Coruña, na Espanha.

Radar corporativo

Na esfera corporativa, o mercado acompanha hoje a estreia das ações da Sequoia Logística na bolsa de valores. Além disso, a venda dos ativos brasileiros da Laureate continua no radar dos investidores. A Hope Education, grupo de Hong Kong que adquiriu a unidade da Laureate na Malásia há cerca de dez dias, também tinha intenção de fazer uma oferta pela operação brasileira. No entanto, desistiu nesta semana, segundo o Valor Econômico.

Maiores altas

Ativo Variação % Valor (R$)
GGBR4 3.22581 22.4
GOAU4 3.1893 10.03
VALE3 2.64415 60.17
USIM5 2.61628 10.59
WEGE3 2.3643 73.17

Maiores baixas

Ativo Variação % Valor (R$)
IRBR3 -10.18131 6.44
CVCB3 -5.75585 14.9
CIEL3 -5.12821 3.7
EMBR3 -3.77644 6.37
AZUL4 -3.5535 24.97

A Azul informou que sua posição de liquidez era de R$2,3 bilhões no final de setembro. Além disso, a previsão original era um consumo de caixa de aproximadamente R$ 3 milhões por dia para o segundo semestre do ano, mas apresentou um aumento de caixa de aproximadamente R$ 700 mil por dia ao longo do terceiro trimestre.

Além disso, a MRV anunciou que vai distribuir dividendos, enquanto a Sanepar conseguiu abater 60% de uma multa ambiental. Já a Braskem disse que a taxa de utilização das suas unidades nos Estados Unidos voltou à normalidade, enquanto as vendas de resinas atingiram um recorde no Brasil.

Semana dos Vencedores: aprenda a fazer operações com potencial de ganho de R$ 50 a R$ 500, operando apenas 10 minutos por dia, em um workshop gratuito!

The post Ibovespa fecha perto da estabilidade com incerteza fiscal e queda do petróleo ofuscando dia de otimismo nos EUA appeared first on InfoMoney.