A Netflix registrou lucro líquido de US$ 1,707 bilhão no primeiro trimestre de 2021, uma alta de 140% na comparação com o resultado de igual período do ano passado. A receita da companhia, por sua vez, subiu 24,2% nos três primeiros meses deste ano, a US$ 7,163 bilhões, ante o primeiro trimestre de 2020.

O lucro ajustado por ação ficou em US$ 3,75, acima da projeção da FactSet, que era de US$ 2,97.

Mesmo assim, a ação da Netflix recuava 10,74% nas negociações do after hours em Nova York às 17h26 (de Brasília).

Analista chefe de mercado da CMC Markets, Michael Hewson escreveu no Twitter que o número de novos usuários da plataforma de streaming decepcionou.

Globalmente, a empresa ganhou 3,98 milhões de novos assinantes líquidos entre janeiro e março deste ano, mas a previsão, de acordo com Hewson, era de que registrasse 6,3 milhões de novos clientes.

“Terminamos o primeiro trimestre de 2021 com 208 milhões de assinaturas pagas, um aumento de 14% na comparação anual, mas abaixo da nossa previsão de 210 milhões de assinaturas pagas”, diz o comunicado da Netflix aos acionistas.

Segundo a empresa, o resultado abaixo do esperado foi causado pelo avanço da covid-19, que levou a atrasos na produção de filmes e séries.

No guidance para o segundo trimestre, a Netflix projeta lucro líquido de US$ 1,865 bilhão e receita de US$ 7,302 bilhões. Além disso, a empresa espera acumular 1 milhão de novos assinantes líquidos no período.

“No curto prazo, há alguma incerteza relaciona à covid-19; a longo prazo, a ascensão do streaming para substituir a TV em todo o mundo é uma tendência clara no entretenimento”, diz outro trecho do documento.

Aprenda como ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos grandes players. Na série gratuita Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.

The post Lucro da Netflix salta 140% no 1º trimestre, mas número de novos assinantes desaponta e ações caem 10% appeared first on InfoMoney.