SÃO PAULO – A varejista Magazine Luiza (MGLU3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 215,9 milhões no terceiro trimestre, o que representa um aumento de 69,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

A melhora foi reflexo do aumento das vendas no comércio eletrônico por conta da pandemia do novo coronavírus.

Diante disso, houve um aumento de 148% nas vendas digitais na comparação anual, chegando a R$ 8,2 bilhões. O canal respondeu por dois terços das vendas da empresa, um avanço de 18 pontos percentuais.

O lucro líquido, por sua vez, foi de R$ 206 milhões no terceiro trimestre de 2020, queda de 12,4% em relação ao mesmo período de 2019.

Entre julho e setembro, a receita líquida do Magalu ficou em R$ 8,3 bilhões, alta de 70,8% ano a ano. Enquanto isso, a despesa operacional subiu 52,7%, para R$ 1,68 bilhão, passando a representar 20,3% da receita, ante 22,7% um ano antes.

Já o lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado subiu 41% em um ano, a R$ 561,2 milhões. Por outro lado, a margem Ebitda recuou de 8,2% para 6,8%, refletindo maiores gastos com melhoria do nível do serviço.

A varejista disse ainda ter tido um ganho de 5,4 pontos percentuais ante o mesmo período do ano passado em sua área de atuação, refletindo entre outros fatores a integração de vendas online e lojas físicas, o que ganhou força com a reabertura de pontos físicos com a flexibilização da quarentena.

Treinamento gratuito do InfoMoney mostra como encontrar oportunidades de investimentos escondidas nos gráficos e fazer a primeira operação. Assista aqui!

The post Lucro líquido ajustado do Magazine Luiza salta 70% e vai a R$ 216 milhões no 3º trimestre appeared first on InfoMoney.