SÃO PAULO – A sessão desta quinta-feira (29) é de ganhos para os principais índices mundiais, com destaque para a repercussão dos resultados do primeiro trimestre do Facebook e da Apple. Os investidores também ficam atentos aos dados do PIB dos EUA.

Por aqui, atenção para a estreia da Caixa Seguridade e da Boa Safra na B3, enquanto há a repercussão dos resultados de CSN, CSN Mineração, Multiplan, entre outras companhias. Veja os destaques:

1.Bolsas mundiais

Os principais índices mundiais de ações registram ganhos nesta manhã, com os investidores repercutindo os resultados positivamente os dados trimestrais do Facebook, que vê suas ações saltarem mais de 7% no pré-market da Nasdaq, enquanto a Apple avança quase 3%. Com isso, o índice futuro do Nasdaq sobe quase 1%.

A Apple divulgou alta de 54% das vendas, que elevaria seus dividendos em 7%, e autorizou a recompra de US$ 90 bilhões em ações. Já as receitas do Facebook subiram 48%, impulsionadas pela cobrança maior por anúncios.

Esta quinta-feira marca o dia mais movimentado em se tratando de divulgação de resultados entre empresas americanas. Quase 11% das componentes do índice S&P 500 devem divulgar informações. Caterpillar, McDonald’s, Comcast e Merck estão entre as empresas reportando resultados antes da abertura dos mercados. Amazon, Gilead Sciences, Twitter e Western Digital devem divulgar seus resultados após o fechamento. Investidores também aguardam a divulgação de dados econômicos nos Estados Unidos.

Cabe ressaltar que, na véspera, o Federal Reserve destacou que quer manter a política monetária frouxa no futuro próximo, ajudando ativos de risco globais. O chair do Fed, Jerome Powell, afirmou na quarta-feira que “ainda não é a hora” de começar a discutir qualquer mudança na política monetária, apesar de adotar uma visão mais otimista sobre a recuperação econômica.

Já o presidente Joe Biden propôs um novo pacote de estímulo nos EUA de US$ 1,8 trilhão em discurso a uma sessão conjunta do Congresso.

Na Europa, a sessão é de leve alta, com exceção do alemão Dax, em baixa de 0,3% depois de dados de desemprego piores do que o esperado na Alemanha. Os pedidos de auxílio desemprego no país aumentaram em abril, refletindo o impacto negativo das restrições por causa da pandemia. A alta foi de 9 mil pedidos, depois de uma queda de 6 mil pedidos em março. Os economistas consultados pelo The Wall Street Journal previam uma queda de 10 mil pedidos.

Na Ásia, as ações da China encerraram a sessão em alta nesta quinta-feira, sustentadas por ganhos no setor financeiro depois que algumas grandes empresas relataram lucros robustos no primeiro trimestre, enquanto algumas altas alocações de fundos mútuos no setor bancário também ofereceram suporte Separadamente, o sentimento do mercado também melhorou com os sinais de recuperação contínua no setor de turismo.

Veja o desempenho dos principais indicadores às 7h40(horário de Brasília):
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,72%
*Nasdaq Futuro (EUA), +1%
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,53%
Europa
*Dax (Alemanha), -0,3%
*FTSE 100 (Reino Unido), +0,62%
*CAC 40 (França), +0,51%
*FTSE MIB (Itália), +0,25%
Ásia
*Nikkei (Japão), +0,21% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,8% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -0,23% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,52% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +1,41%, a US$ 64,73 o barril
*Petróleo Brent, +1,4%, a US$ 68,21 o barril
*Bitcoin, -0,02%, a US$ 54.439,21
**Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com queda de 0,84%, cotados a 1126,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 174,16 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,47

2.Agenda

No Brasil, acontecerá o leilão da BR-153 na B3 às 14h, enquanto o Tesouro divulga o resultado primário de março às 14h30. O Conselho Monetário Nacional (CMN) realiza reunião às 16h.

Nos Estados Unidos, o destaque fica para os dados do PIB do primeiro trimestre de 2021 às 9h30: segundo estimativa da Refinitiv, com crescimento trimestral de 6,1%. No mesmo horário, serão apresentados os dados de pedidos de auxílio-desemprego da semana até 24 de abril, com a projeção de 549 mil pedidos. Às 11h, serão divulgados os dados de moradias pendentes.

Durante a noite, às 21h30, o Japão divulga o PMI industrial final de abril; já às 22h, a NBS revela os dados do PMI industrial de abril da China.

3. Discurso de Biden

Às vésperas de completar 100 dias à frente da presidência dos Estados Unidos, Joe Biden fez seu primeiro discurso ao Congresso, no qual pediu que os americanos se vacinem contra o coronavírus, defendeu projetos trilionários de reforma do Estado americano e afirmou que é hora de empresas e ricos financiarem programas sociais.

“Saiam e vão se vacinar, americanos. As vacinas estão disponíveis”, pediu à população. Depois de uma aceleração na vacinação, os EUA precisam agora convencer americanos que ainda hesitam em tomar a vacina a se imunizarem. Ele chega à data com sua principal promessa alcançada: a de aplicar 100 milhões de doses da vacina nestes 100 primeiros dias. A meta foi revisada no meio do caminho e ampliada para 200 milhões, algo que ele também atingiu.

A senadores e deputados, Biden disse ter herdado um país em crise e colocado os EUA “em movimento”. “A pior pandemia em um século. A pior crise econômica desde a Grande Depressão. O pior ataque à nossa democracia desde a Guerra Civil”, disse o presidente, na mesma sala atacada em janeiro por extremistas pró-Trump que tentaram impedir a certificação de sua eleição.

Biden defendeu de seu plano econômico para geração de empregos, um pacote que pretende revitalizar toda a infraestrutura do país deve custar, com uma injeção de investimento federal em obras para criar empregos e consolidar a agenda ambiental cara ao democrata.

Em um recado ao setor financeiro, um foco de resistência aos seus projetos trilionários, ele afirmou que “Wall Street não construiu o país”. “A classe média construiu o país. E os sindicatos construíram a classe média”, disse. Segundo ele, o plano é um “projeto de colarinho azul”, em referência a como são conhecidos os operários.

O democrata também apresentou o seu terceiro pacote trilionário, para ampliar o acesso dos americanos à educação e à saúde. “Saúde deve ser um direito, não um privilégio nos EUA”, disse. Ele defendeu que bilionários e milionários financiem os programas sociais. “Vamos reformar os impostos das empresas para que paguem o que é justo e invistam no bem estar”, disse. Ele prometeu que não irá aumentar impostos da classe média.

4. Corte de gastos

Segundo informações do Estadão, a ala política do governo articula junto ao Congresso Nacional a recomposição de cerca de R$ 2,5 bilhões que foram cortados de investimentos e ações que são vitrine eleitoral no Orçamento de 2021.

A manobra seria feita por meio de um novo corte em despesas obrigatórias no projeto de lei enviado pelo próprio governo para desfazer a “maquiagem” feita nesses gastos pelos parlamentares.

O tema foi discutido em um café da manhã no Palácio do Alvorada entre o presidente Jair Bolsonaro e alguns ministros da ala política. O compromisso não consta na agenda oficial da Presidência. Na segunda-feira, Bolsonaro defendeu os cortes feitos no Orçamento, mas prometeu – sem dar detalhes – que “brevemente” o governo fará a recomposição. “O Brasil não pode e não vai parar”, disse na ocasião.

Segundo informações do Valor, o governo pretende diferir o FGTS dos próximos quatro meses e, com isso, injetar R$ 40 bilhões na economia. Haverá também a antecipação do 13º salário de aposentados pensionistas entre maio e junho, o que liberaria mais R$ 56 bilhões para a população. Sem valor definido, mas estimado entre R$ 10 bi e R$ 20 bi, o novo Pronampe será lançado em breve. Medidas de simplificação trabalhista e de incentivo ao trabalho formal são estudadas para o segundo semestre.

Ainda em destaque, o ministro Paulo Guedes se reuniu com o presidente do STF, Luiz Fux, para discutir a possível devolução do PIS/Cofins cobrado das empresas sobre o ICMS. Guedes deseja que a regra seja válida apenas futuramente e que a União não seja penalizada em mais de R$ 220 bilhões.  ao devolver o valor arrecadado. A decisão pode ser tomada pelo plenário do STF ainda hoje.

 

5. Radar corporativo

Os conselhos de administração da Lojas Americanas e de sua controlada B2Waprovaram nesta quarta-feira proposta de fusão das operações das companhias, em um desenho que abre caminho para uma eventual listagem do grupo nos Estados Unidos no curto prazo, segundo documentos das companhias enviados ao mercado.

A relação de troca da proposta é que o acionista de Lojas Americanas, titular de 1 ação ordinária ou de 1 ação preferencial, receba como resultado da incorporação 0,18 ação ordinária da B2W. Com isso, a B2W vai emitir 39.355.391 ações ordinárias para os acionistas da Lojas Americanas.

A Gol informou na noite de quarta, em fato relevante, que deu início a um aumento de capital de até R$ 512 milhões, liderado pelos acionistas controladores, os irmãos Constantino.

No radar de resultados, a CSN teve lucro líquido de cerca de R$ 5,7 bilhões no primeiro trimestre, revertendo desempenho negativo de R$ 1,3 bilhão apurado um ano antes em meio à combinação de ganho de recursos com o IPO de sua unidade de mineração e melhor desempenho operacional que tem sido guiado por melhora na demanda de aço no Brasil.

Já a CSN Mineração, subsidiária da CSN que abriu capital em fevereiro, reportou lucro líquido de R$ 2,363 bilhões no primeiro trimestre de 2021, superando em quase seis vezes o desempenho apresentado um ano antes.

A operadora de shoppings centers Multiplan teve lucro líquido de R$ 46,3 milhões de janeiro ao fim de março, um recuo de quase 74% sobre o mesmo período do ano passado, impactada por medidas de isolamento social que atingiram a receita. O faturamento líquido do grupo recuou 18,4% no período, para R$ 266 milhões, afetado por quedas de cerca de 20% nas receitas com aluguel e de serviços, além de retrocesso de 45,6% nas receitas com estacionamento.

Na B3, atenção para a estreia das ações da Caixa Seguridade no Novo Mercado da B3 e dos papéis da Boa Safra.

Durante a manhã, são divulgados os resultados de Gol, Embraer e Ômega Geração. Depois do fechamento, atenção para os dados de Duratex, Fleury, Transmissão Paulista e Unidas.

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

Aprenda como ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos grandes players. Na série gratuita Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.

The post Os 5 assuntos que vão movimentar o mercado nesta quinta-feira appeared first on InfoMoney.