No noticiário corporativo, os investidores acompanham hoje a definição do preço por ação da oferta inicial de ações da Sequoia Logística e Transportes. Além disso, o mercado monitora nesta semana o andamento da venda da operação brasileira da Laureate. A Anima e a Yduqs têm até amanhã para entregar suas propostas de aquisição da empresa no Brasil, em uma transação avaliada em pelo menos R$ 4 bilhões, segundo o Valor.

Já a Petrobras anunciou a venda de uma empresa no Uruguai por US$ 61,7 milhões, enquanto a Qualicorp e a JHSF divulgaram a distribuição de juros sobre capital próprio. A CCR informou na sexta-feira que o tráfego nas rodovias entre 25 de setembro e 1º de outubro subiu 4,1% na comparação anual. No acumulado do ano, houve queda de 4,6%.

Gol (GOLL4)

A Gol informou que, em setembro de 2020, a demanda (RPK) para os voos cresceu 36% sobre agosto de 2020. A oferta (ASK) aumentou em 35% em comparação com o mês anterior. A taxa de ocupação da GOL foi 80%.

No entanto, na comparação com setembro de 2019, a demanda caiu 60,6%, enquanto a oferta recuou 60%. No acumulado do ano, a demanda caiu 55,3% e a oferta recuou 53,9%.

Sequoia (SEQL3)

Ocorre hoje a definição do preço por ação da oferta inicial de ações da Sequoia Logística e Transportes. A faixa indicativa de preço de cada ação da Sequoia foi estabelecida entre R$ 14,25 e R$ 17,75. Ao todo serão ofertadas 70.175.438 ações do lote principal, sendo 28.070.175 da emissão primária e 42.105.263 da oferta secundária.

Suzano (SUZB3)

As novas ações da Suzano estreiam na B3 após a venda dos papéis pelo BNDES na semana passada.

A oferta pública secundária de ações da Suzano, referente à fatia detida pelo BNDESPar na companhia de papel e celulose, movimentou R$ 6,91 bilhões, segundo dados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgados na última sexta-feira.

Foram vendidas 150.217.425 ações, a R$ 46 reais, segundo os dados publicados. O montante equivale a 11% do capital da Suzano, que pertenciam ao braço de participações do BNDES. Os coordenadores da oferta foram JPMorgan, Bank of America, Bradesco BBI, Itaú BBA e XP Investimentos.

Track & Field (TFCO4)

A varejista Track & Field definiu, na sexta-feira, entre R$ 10,65 e R$ 14,95 a faixa indicativa de preços na sua oferta pública inicial de ações, segundo o Valor Econômico. Considerando o meio da faixa indicativa, de R$ 12,80, e o número de 49.166.000 ações da oferta base, a operação pode movimentar R$ 629,324 milhões.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras vendeu sua participação na Petrobras Uruguay Distribuición por US$ 61,7 milhões para a DISA Corporación Petrolífera. O pagamento será feito em duas parcelas. Um valor de US$ 6,17 milhões será pago na assinatura do contrato e outros US$ 55,53 milhões no fechamento da transação.

Qualicorp (QUAL3)

A Qualicorp vai pagar Juros sobre o Capital Próprio de R$ 48 milhões, correspondente ao valor bruto de R$ 0,169317 por ação. O pagamento será feito em 26 de outubro de 2020. As ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” em 14 de outubro de 2020.

Itaú Unibanco (ITUB4)

O Itaú Unibanco deve escolher seu novo presidente nas próximas semanas. Isso porque o presidente Cândido Bracher completará, daqui a dois meses, 62 anos, idade-limite para permanecer na cadeira. Segundo o Estadão, Bracher deverá passar o bastão ao sucessor em fevereiro, após um período de gestão conjunta. O sucessor deve vir do comitê executivo do banco. No grupo estão Caio David, diretor-geral de atacado; Marcio Schettini, diretor-geral de varejo; André Sapoznik, vice de tecnologia; e Milton Maluhy, vice-presidente de finanças.

JHSF (JHSF3)

A JHSF Participações aprovou o pagamento de dividendos intermediários no valor total de R$ 46 milhões, no montante de R$ 0,0671013041 por ação ordinária. Estes dividendos terão como base acionária para pagamento a data de 07 de outubro de 2020, sendo que as ações serão negociadas “ex-dividendos” a partir de 08 de outubro de 2020.

Anima (ANIM3), Yduqs (YDUQ3) e Ser (SEER3)

A Anima e a Yduqs têm até amanhã para entregar suas propostas de aquisição da operação brasileira da Laureate, dono de faculdades como Anhembi Morumbi e FMU.

A transação é avaliada em pelo menos R$ 4 bilhões. Inicialmente, o entendimento do mercado era de que as ofertas poderiam ser apresentadas no dia 13. No entanto, essa é a data em que vence o prazo para a Laureate exercer seu direito de receber propostas de terceiros (“go-shop”). Segundo o Valor Econômico, as ofertas de Anima e Yduqs serão analisadas nos dias 8 e 9, quando a Laureate realiza sua reunião de conselho.

Os materiais serão encaminhados, em 12 de outubro, à Ser Educacional que tem o direito de fazer uma contraproposta. Caso tenha interesse, a companhia de Janguiê Diniz tem dez dias para entregar suas novas condições de aquisição.

Magazine Luiza (MGLU3), Via Varejo (VVAR3); B2W (BTOW3); Lojas Americanas (LAME4)

O Credit Suisse prevê uma dinâmica mais intensa de fusões e aquisições no setor de e-commerce brasileiro, com as empresas investindo mais em novas fronteiras do ecosssistema, como serviços de alimentos, pagamentos, sistemas de gestão de vendas, entre outros.

Para o Credit, existem bons motivos para justificar o elevado valuation das empresas, como a penetração ainda baixa do e-commerce no Brasil e o alto caixa que as empresas possuem para destravar valor. No entanto, isso não significa que qualquer nível de valuation seja aceitável. Por isso, o banco simulou o cenário de e-commerce em 2025, concluindo que o Magazine Luiza já está precificando projetos futuros nos preços atuais, enquanto a Via Varejo parece atrativa em quase todos os cenários.

Além disso, o banco revisou os preço-alvo das empresas; B2W passou de R$ 70 para 100 por ação; Lojas Americanas passou de R$ 30 para R$ 35; Magazine Luiza passou de R$ 55 para R$ 100 por ação, enquanto a Via Varejo passou de R$ 21 para R$ 24. Além disso, o banco manteve B2W e Magazine Luiza com rating neutro e Lojas Americanas e Via Varejo como Outperform (acima da média).

Para o terceiro trimestre de 2020, o Credit espera resultados fortes para o setor. As vendas online devem cair de forma sequencial, com a retomada das lojas físicas. “No entanto, isso não significa que o cenário não seja favorável, especialmente para as empresas que têm presença física”, afirmou.

Recomendações

Segundo informações da Bloomberg, a Duratex (DTEX3) foi reiniciada como overweight por JPMorgan, com preço-alvo de R$ 23, implicando potencial de alta de 32% em relação ao último fechamento.

Já a Cogna Educacao (COGN3) foi rebaixada de neutra a underweight pelo JPMorgan. O preço-alvo de R$5 implica potencial de baixa de 7,4% em relação ao último fechamento.

Minerva (BEEF3)

O frigorífico Minerva anunciou nesta segunda-feira a aprovação de programa de recompra de ações, segundo comunicado enviado ao mercado.

A companhia afirmou que o programa terá 18 meses e envolverá até 20 milhões de ações ou 3,6% do total dos papéis emitidos pela companhia. Incluindo as ações já em tesouraria, o percentual sobe para até 10%.

(com Reuters, Agência Estado e Bloomberg)

Profissão Broker: como fazer carreira na elite da bolsa da valores, mesmo saindo do zero.

The post Petrobras vende ativos no Uruguai, dados da Gol de setembro, Credit eleva preço-alvo de empresas do e-commerce e mais appeared first on InfoMoney.