Brasil em queda/crise (Foto: Getty Images)

Em meio à crise provocada pelo novo coronavírus, a S&P Global rebaixou 94 notas corporativas este ano na América Latina, sendo 24 no Brasil, informou o gerente de análises corporativa para América Latina da S&P Global Ratings, Luciano Gremone.

A declaração foi dada em apresentação feita no evento online “As consequências de 2020 e o que 2021 trará para as classificações corporativas e de infraestrutura da América Latina”, organizado pela agência de classificação de risco.

De acordo com o analista, os “downgrades” mais significativos foram observados nos ratings mais baixos. ”

Quanto menor o rating, maior a vulnerabilidade”, disse. Gremone observou que houve uma escalada de calotes este ano entre abril e junho, mas que há sinais de estabilização desde então. Em termos de riscos negativos, o analista destacou que estão concentrados no México e na Argentina, enquanto no Brasil estão abaixo da média.

The post S&P: de 94 notas de empresas rebaixadas na América Latina, 24 foram no Brasil appeared first on InfoMoney.