(Bloomberg) — Aplicativos de smartphone, regras para venda a descoberto e medidas para garantir a solvência de corretoras certamente receberão um olhar mais atento de autoridades em Washington assim que a poeira baixar sobre a turbulência do mercado que atinge a GameStop e a prata desde o início do ano.

Redes sociais também devem ser examinadas, com foco em como o Reddit e o Twitter têm sido usados para mobilizar manadas de investidores para que todos façam as mesmas apostas. Investigações sobre manipulação devem dominar a agenda da SEC (Securities and Exchange Commission) no futuro próximo.

O Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados dos EUA agendou uma audiência para 18 de fevereiro, provavelmente com órgãos de fiscalização do governo e empresas como Robinhood Markets no radar.

Aplicativos de negociação

Os aplicativos alimentaram a recente proliferação em trading ao mesmo tempo que expôs um exército de investidores de varejo a maneiras potencialmente perigosas de maximizar suas apostas.

Parlamentares já examinam o papel dessas novas tecnologias em tornar o mercado acionário em videogame e elevar ações para níveis que não têm conexão com os fundamentos das empresas.

Barbara Roper, diretora de proteção ao investidor da Federação de Consumidores da América, disse que os incentivos financeiros das plataformas online estimulam a compra e venda constantes e a negociação de produtos de risco.

As regras da SEC são mais rígidas para reprimir situações em que corretoras recomendam ações, algo que a Robinhood e outros provedores de aplicativos argumentam veementemente que não fazem.

Leia também:
Após caso IRB, CVM alerta que “squeeze” é modalidade de manipulação de mercado; empresa nega estar envolvida no movimento

Roper, que tem defendido acionistas de varejo em sua carreira, concorda que a Robinhood não está recomendando ações, razão pela qual ela acredita que os regulamentos precisam ser modernizados.

“Precisamos atualizar claramente nossas regras para abordar a forma como os incentivos da psicologia comportamental podem ser incorporados às plataformas guiadas por tecnologia para garantir que as empresas possam ser responsabilizadas por aquilo que estão promovendo”, disse.

Jamie Selway, um ex-executivo da corretora Investment Technology Group que agora é investidor e consultor, também disse que as regras estão desatualizadas.

Uma grande questão para o setor, disse, é se as corretoras estão aderindo a padrões de conduta quando permitem que pequenos investidores negociem pesado em opções.

“Fazer algo da mesma forma por 20 anos raramente é um bom plano”, disse Selway, que financia uma plataforma de negociação online.

Em comunicado, a presidente interina da SEC, Allison Herren Lee, disse que a agência está “examinando uma série de áreas, incluindo conformidade com obrigações regulatórias” e se os investidores estão obtendo “divulgação de risco adequada e consistente”. O foco é examinar “onde os aspectos de nossos mercados precisam ser melhorados”, acrescentou.

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!

The post Turbulência causada por aplicativos deve entrar no radar da “CVM americana” appeared first on InfoMoney.